Aprender a lidar com relacionamentos amorosos, é uma tarefa, que vem sendo praticada desde os tempos, neste espaço, os namorados, casados e outros Aprenderão alguns princípios. Não sou o mais feliz do mundo, mas te ensinarei a ser. (ativador do amor)... Erotismo Poetico com Alvaro Da Graca(poesia, Musica e Humor com Hooligans Arte).

twitwe


siga-me no twiter 

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Não esqueça

Não Esqueça

Penejo este poema palavriando em meu coração
E nesta mesclassidade camuflada de ovelha
Como poeta feliz escrevo-te minha tristeza
Para que não esqueças
Nunca
Que desejei-te, e me faltando tu, a morte também
No mais íntimo e doído sentimento de amor
E, se é verdade que Deus é justo em sua ira, será cobrado meu sangue nas tuas mãos
Desejo, outrossim, que em seguida te atormente o meu espírito
Até que a morte separe teu corpo e alma
Por extenso teu espírito seja por mim escravo
E não esqueças nunca...
Que este poema seja tua sombra
E a escuridão do teu dia seja eu
E não esqueças
A eternidade deste amor mal beijado
Dos escritos que sobejamente estou gravando em sua memória
E mais, algumas marcas cravadas nas costas destes versos
E do vermelho que jorra para purificar qualquer que seja o pecado
Cometido por amor e sem arrependimento
Para que nada se apague...
E nunca esqueça
Nem pelo vento que tudo leva
Nem pelas águas que tudo afundam
Nem pelo fogo que tudo queima
Nem pela terra que tudo torna pó
Nem pela morte que tudo separa, eternamente
Sem fim quero que...
Por isso te escrevo
Para que não esqueças
O eterno mal vivido romance que ao teu lado sempre sonhei viver...

De Álvaro Da Graça

Compartilhar:

domingo, 22 de julho de 2018

TENHO CIÚMES

TENHO CIÚMES

Quando penso que os teus olhos, podem estar olhando outros olhos
Que pode tua mente, pensar noutra gente
Que sim, não me trai, mas podem um dia te atrair (as pessoas)

TENHO CIÚMES

Quando penso que outros olhos pela rua estão te fitando
Que suas mentes estão te desejando
Que embora me pertenças e eu a ti, algumas dentre gente também, querem te pertencer

TENHO CIÚMES

Quando lembro que não só existes para mim, mas também para o mundo
Que o mundo pode te ver, pode te tocar, pode te falar
Que vais respirar o mesmo ar que outras pessoas
Que quando te vestes, quando te perfumas, em ti acharão beleza , sentirão o teu cheiro e terão a cara de pau de te dizer...

TENHO CIÚMES

Quando imagino
Que podes estar sorrindo alegre por qualquer coisa banal
Que o teu dia está sendo ótimo, maravilhoso, mas eu não sou o motivo

TENHO CIÚMES

Da cadeira que usas para sentar (podia ser o meu colo)
O copo que nele bebes a água (podia ser minha boca)
O corrimão das tuas escadas (podia ser a minha mão)
A roupa que te cobre (podia ser o meu corpo)
Tudo que podes ver a sua volta até o infinito mar (podia ser eu)
Tenho Ciúmes do teu criador, queria que fosses minha obra prima

TENHO CIÚMES de ti, queria eu ser voce...

By: Álvaro Da Graça

Compartilhar:

segunda-feira, 21 de maio de 2018

ALVARO DA GRAÇA - QUATRO NÓS EM NÓS

 Álvaro Da Graça Full Album Download




Posted by
Nany Tomas

Compartilhar:

segunda-feira, 3 de julho de 2017

ECOS DE AMOR NO INVERNO 3 poesias de Álvaro Da Graça

Em nós

Teus lábios secos
Rasgando-se a cada sopro
Rasgam meus lábios secos
Rasgados a cada sopro
A palidez continua de suas mãos
Faz minhas mãos das suas alma gêmea
Esses traços brancos que sobem suas pernas
Esses traços brancos que sobem minhas pernas
As marcas cor de nuvem que tuas unhas deixam em mim
E as marcas cor de nuvem que minhas unhas deixam em ti
O preto e branco crespo em nós
Deixam suaves nossas almas
Sensíveis nossos sentimentos
Em quanto o físico paga.... estes e outros...

Em nós
.
.
.
.
.
TEMPO

Se eu pudesse voltar no tempo
Tempo em que os pássaros cantavam ao raiar do sol alegres
Tempo em que no céu se formavam as nuvens e na terra caia chuva
Tempo de plantar e a natureza regar o nosso canteiro
Tempo de calor e brisa no mar
Tempo chuvoso, hora de verão e férias para te curtir em dezembro
Tempo de noites passadas em claro
Tempo bom para aproveitar o dia e a noite
Tempo sem dor...
Se eu voltasse o tempo
Perderia o gosto caliente de te amar neste inverno

Tempo
.
.
.
.
.
A MAGIA DO BEIJO 2

Beijar-te
Neste doloroso frio
Esquentar meus pecados com os teus
Neste gemer de dentes
Arrancar a alma que há no sabor da tua boca
Beija-la
A graus que desertizam este inverno
língua quente, em lábios gelados
gelados dedos tocando um corpo gelado
E sentir...
O mágico calor nesta estação

A magia do beijo 2

Compartilhar:

quinta-feira, 6 de abril de 2017

" ... " Sonho Sonha - 7 poemas à perfeição (à mulher)

"...."

Sonho sonha
E transbordando sonhos realizas
E as pedras jogadas sobre ti, obstáculos
São pétalas no teu jardim, belas

Sonhos com olhar de águia
Ao sol, frio, chuva e ventos impetuosos
Sobrevivem,
Com sorriso trazido pela lembrança
De quando sonhaste em ser mulher

Sonhos que quando mortos, renascem
E fotografias de esperança trazem
Tua imagem...
De sonho em sonho formada
E hoje que todos saibam e não te firam
"...mas mulher é feita de sonhos..."

7 poemas à perfeição 6 (à mulher)
Álvaro Da Graça

Compartilhar:

quarta-feira, 5 de abril de 2017

São dois tipos - 7 poemas à perfeição (à mulher) - Álvaro Da Graça

*São 2 tipos*

Uma está aqui
Outra sei lá
Uma chamamos dona, outra baby
Esta encontras por aqui, outra por ai
Esta pila, outra nem fritar ovo
Esta madruga, outra atrasa mesmo quando pode chegar cedo
Esta batalha, outra intermedia as lutas
Esta é mãe de muitos, outra só quer dois
Esta sustenta a família, outra frescuras
Esta encapulaniza seu corpo, outra enshortiza/ensaiaiza
Esta vende no dumbanengue, outra compra no supermercado
Esta é perfeita para o meu pai, outra pra mim
Esta é minha mãe, outra futura mãe dos meus filhos
2 tipos de mulheres 2 lados perfeitos

Álvaro Da Graça
7 poemas à perfeição 5 (à mulher)

Compartilhar:

terça-feira, 4 de abril de 2017

Outras coisas - 7 poemas à perfeição 4 (à mulher)

*Outras coisas*

Coisas femeninas
Outras me fazem rir
Outras coisas de ti
Outras formas de vestir me fazem fitar te
Outros jeitos fazem te nossa
Outras maneiras de pensar

Outras coisas particulares, em ti acham
Outras coisas peculiares, que de
Outras coisas se formam, e assim
Outras mais virtudes expressas, e
Outros...

Outros vestidos p embelezam
Outras silhueta que em ti se escondem
Outras capulanas amaram
Outras partes em ti expostas

Outras mulheres são de longe e
Outras mulheres de perto, são
Outras de longe e
Outras diferentes de perto

Mas outras coisas fazem te ser uma outra mulher em ti

De Álvaro Da Graça
7 poemas à perfeição 4 (à mulher)

Compartilhar:
Mensagens antigas → Página inicial

O Blogueiro

O Blogueiro
Saiba mais sobre mim

SIGA - NOS E FIQUE ACTUALIZADO

Total de visualizações

Com tecnologia do Blogger.

AGENDA CULTURAL

AGENDA CULTURAL
Hooligans Arte, Animacao de eventos, Mc's, Musica ao vivo, Humor e muita Poesia

O INVERNO DO QUENTE CULTURAL

O INVERNO DO QUENTE CULTURAL
Musica, Poesia, e Humor na tua festa, contacte nos

Digite aqui o teu E-mail e faca parte da nossa equipe

Translate to you language

Pesquisar neste blogue

Mensagens populares